Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2007

Comentário - Texto "Matrimônio e Família"

Imagem
Comentário sobre o texto “Matrimônio-família: tensão e sentido, conflito e futuro” do livro “Ética civil e Moral cristã em diálogo” de Bartolomeu Benássar.


A leitura do texto “Matrimônio-família: tensão e sentido, conflito e futuro” me foi extremamente agradável. Confesso que me surpreendi visto que pensava se tratar de um texto fechado em suas análises e extremamente dogmático em seus conceitos. Enganei-me. O autor Bartolomeu Benássar se mostrou muito sóbrio em tudo que disse o que neste comentário só poderei concordar com tudo que ele disse apesar de não ver o casamento como sacramento, mas até neste ponto considero o comentário do texto extremamente válido.

A abordagem do autor foi fundamentada na realidade onde há muitas famílias em crise e onde o matrimônio está em crise. E desafiou a igreja a repensar seu modelo de atendimento a essa realidade. Afinal o que nos preocupa mais: a instituição matrimonial, as leis e os documentos, ou o casal, a mulher, o homem e as pessoas?

Vivemos num…

A PARÁBOLA DA MENTE ESTREITA

Certo dia, ao atravessar uma ponte, vi um homem em pé na beirada a ponto de pular. Corri, então, em sua direção, e disse-lhe: “Pare! Não faça isso!”
“E por que eu não deveria?”, perguntou ele.
Eu disse: “Bem, há tanto pelo que se viver!”.
Ele disse: “Como o quê?”
Eu disse: “Bem, você é religioso ou ateu?”
Ele disse: “Religioso”.
Eu disse: “Eu também. Você é católico ou protestante?”
Ele disse: “Protestante”.
Eu disse: “Eu também! Você é episcopal ou batista?”
Ele disse: “Batista”.
Eu disse: “Puxa! Eu também! Você é da Igreja Batista de Deus ou da Igreja Batista do Senhor?”
Ele disse: “Igreja Batista de Deus”.
Eu disse: “Eu também! Você é da Igreja Batista de Deus Original ou da Igreja Batista de Deus Reformada?”
Ele disse: “Igreja Batista de Deus Reformada”.
Eu disse: “Eu também! Você é da Igreja Batista de Deus Reformada em 1879 ou da Igreja Batista de Deus Reformada em 1915?”
Ele disse: “Igreja Batista de Deus Reformada em 1915!”
Eu disse: “Então morra, seu herege!”, e, com imenso desgosto, o empur…

Conversa sobre o grão de trigo

Imagem
Olá, Ivo!
Sabe aquele versículo de Jo 12.24, em que se diz que o grão de trigo tem cair na terra e morrer pra que dê fruto? Bem, eu sempre entendi que esse morrer fosse o que se escuta na igreja como morrer pro mundo, ou seja, abandonar determinadas práticas e tal. Mas o que tal versículo abrange, então?

S.A

Resposta

Querida,

Penso que o grão de trigo de João 12.24 refere-se a Jesus que ensinava aos gregos (ver contexto) que o principio da vida estava na morte e que, portanto para o homem existir o próprio Deus se esvaziou (Fp 2.7). Portanto Ele como grão deu sua vida para gerar vida. Pensar esse texto dentro das obrigações ‘morais’ impostas aos crentes é empobrecer o texto e tirar seu significado. Nossa morte não está em nenhuma ação nossa, mas na fé no Filho de Deus que morreu para dá vida. Assim é que Nele podemos dar frutos. Se não for assim toda nossa tentativa de morrer só nos deixará cada vez mais ‘vivos’ porém cheios de angustia e medo.

Abraços

Palavra de Grande Inquisidor

Imagem
“De tudo o que Dostoievski escreveu em Os Irmãos Karamazov o que mais me impressionou foi o incidente do “Grande Inquisidor”. É assim: Jesus havia voltado à terra e andava incógnito entre as pessoas Todos o reconheciam e sentiam o seu poder, mas ninguém se atrevia a pronunciar o seu nome. Não era necessário. De longe o Grande Inquisidor o observa no meio da multidão e ordena que ele seja preso e trazido à sua presença.. Então, diante do prisioneiro silencioso, ele profere a sua acusação. “Não há nada mais sedutor aos olhos dos homens do que a liberdade de consciência, mas também não há nada mais terrível. Em lugar de pacificar a consciência humana, de uma vez por todas, mediante sólidos princípios, Tu lhe ofereceste o que há de mais estranho, de mais enigmático, de mais indeterminado, tudo o que ultrapassava as forças humanas: a liberdade. Agiste, pois, como se não amasses os homens... Em vez de Te apoderares da liberdade humana, Tu a multiplicaste, e assim fazendo, envenenaste com tor…

Chão do céu

Imagem
Os caminhos da vida são mistérios
Quem entre nós pode acrescentar um fio de cabelo a nossa cabeça?
E mesmo assim por aqui habita a arrogância

Era para ser um dia normal
Mas de repente a agulha do tricô caiu e já não havia mais quem tricotasse
Essa é uma dor estranha
Não temos o destino nas mãos e não somos nós que tricotamos a nossa história

Hoje pensando naqueles que ao chegar ao chão foram aos céus
Perguntei-me o que estava fazendo da minha vida
De repente de nós pode ser tirado mulheres, filhos e netos
Ou ainda sermos nós que não mais estaremos na vida deles
Quem sabe tudo se vá junto
Qual será a maior dor?

Pensei hoje nos meus filhos
E como eu poderia brincar mais com eles
E como eu poderia dizer o quanto os amo
Pensei em minha mulher
E lamentei pelo tempo perdido
E agradeci pelo tempo que ainda tenho

Quem somos?
O que somos?
O que é a vida?
Qual é a história?

Faz muito tempo que deixei de falar como alguém que sabe
Sim, confesso hoje que não sei
Principalmente não sei o que dizer
Olho pela minha janela e …