quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Sobre minha meta


Alguns amigos meus perguntaram-me sobre o significado de frases contidas numa poesia minha chamada "Meta", postada em meu blog poético (http://lvmeusdias.blogspot.com/). Por isso decidi escrever este texto.

Durante um bom tempo vivi a vida que meus pais idealizaram para mim. Depois me tornei o que a igreja queria que eu fosse. Hoje procuro ser eu mesmo, e isso não é tão fácil quanto se pode imaginar.

Descobri que o verdadeiro caminho que tenho que fazer é um caminho em direção a mim mesmo, visto que qualquer outro caminho não será real. Desta forma, preciso encontrar-me comigo mesmo.

Percebi que viver a vida a partir de imagens alheias destrói a alma. Com essa percepção tudo em mim mudou, até meus conceitos religiosos. Hoje não busco um lugar para onde ir, busco algo a ser. Meu caminho está posto aqui e agora e não posso mais me comportar como quem espera ser um dia o que nunca foi. Preciso ir sendo aquilo que acredito que sou-serei.

Esse não é um caminho fácil. É só nos braços da Graça que posso ir sendo, do contrário seria impossível tal caminho. Sem a graça conhecer-se seria o próprio inferno.

Mas no caminho da Graça estou seguindo em paz o caminho em busca de mim mesmo, tendo minha consciência em Cristo como o limite deste meu caminhar.

Segue a poesia

Meta

Tudo que tenho são meus sonhos

Eles são feitos de tudo que desejo


Nunca fui espectador de minha própria história

Faço da minha vida a melhor história que posso

Assim me construo e desconstruo sempre


Sonho sonhos impossíveis

Luto quando todos já desistiram

Não temo o invencível


Sigo um caminho diferente

Não me vendo

Sofro plenamente

Desejo com força


Meu vôo é sempre em alturas improváveis

E quando mais alto estou menor fico a vista daqueles que nunca saíram do chão


Sou minha própria lei

Sou minha própria questão

Sou o meu próprio sonho


Minha meta sou eu

Ivo Fernandes
23 de outubro de 2008

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Descobrindo Jesus



Desde o momento que passei a caminhar pela fé vi a necessidade de desconstruir muita coisa, visto que meu castelo de idéias tinha seus fundamentos na religião cristã e não necessariamente em Jesus e em sua mensagem. Desde então passei a buscar conhecer Jesus, e essa minha viagem particular já fez mais bem a minha alma do que a soma de todos os anos anteriores a ela.


Queria de verdade conhecer Jesus e sua mensagem e não uma imagem Dele feita a partir da mentalidade da igreja ocidental. Sei que Jesus e sua mensagem são maiores do que minha capacidade de entendê-los por inteiro, mas eu posso caber inteiramente dentro de sua mensagem.


Muitas pessoas me criticam e me acusam de estar trazendo outra mensagem, visto que dizem já saber tudo sobre Jesus e não há nada para se acrescentar. Mas a verdade é que o Jesus ensinado em muitos lugares, reduzido a conceitos ou fórmulas não tem nada a ver com o Homem de Nazaré.


Se não estivéssemos cegos pela "doutrina" veríamos que o Jesus domesticado da "igreja" não tem nada a ver com o Jesus relatado nos evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João. Sentiríamos a diferença da mensagem dos pregadores televisivos da mensagem poderosa de Jesus de Nazaré.


Depois do início da minha viagem não posso mais aceitar esse modelo a mim ofertado de Jesus “evangelicalizado” “cristianizado”. Estou cada vez mais disposto a seguir o projeto fascinante de ser discípulo de Jesus de Nazaré, e convicto de que sua mensagem for redescoberta e crida a possibilidade do reino deixa de ser possibilidade e passa a ser realidade.

Ivo Fernandes
06 de outubro de 2008

O papel das emoções no desenvolvimento do câncer

O tema proposto ainda é motivo de discussões entre especialistas, apesar da crescente admissão da relação entre as emoções e as doença...