sexta-feira, 29 de maio de 2009

A ética do Reino como inclusão


Depois de ler e reler os evangelhos algumas vezes sinto-me convencido de que Jesus não possuía uma mensagem exclusivista, pelo contrário, Ele amplia os limites bem mais do que seus discípulos e seus ouvintes podiam esperar ou imaginar.

No seu ensino os grupos excluídos pela sociedade são destacados e chamados a inclusão no Reino. E essa inclusão não se dá por causa de uma religião, raça, credo, cor ou condição social. Todo fundamento do Reino é reconciliação.  

Ivo Fernandes

29 de maio de 2009

Um comentário:

Danilo Fernandes disse...

Navegando por ai achei seu blog. Surpresa boa. Vou segui-lo a partir de agora. Quando tiver um tempinho, vá visitar meu blog também, o Genizah.

A paz!

Danilo


http://genizah-virtual.blogspot.com/

Ídolos – da construção à necessidade de destruí-los

O termo ídolo não é um termo usado em nossa nação comumente. Aparece mais nos discursos evangélicos numa referência a qualquer entidad...