quarta-feira, 1 de julho de 2009

As profecias


Minha vida foi cercada pelas profecias, desde criança que escuto profetas falarem do meu destino, desde o ministério até casamentos, desde viagens até bens que possuiria. A maioria dessas profecias nunca se realizou, e outras aconteceram justamente o oposto, porém eu creio em profecias, mas já não tenho crido nos profetas do meu tempo.

Hoje não busco mais profecias, pois sei que profecias legítimas me procuram e não eu a elas. Os que buscam profetas são os mesmos que outrora buscavam cartomantes ou toda espécie de adivinhos e que agora se sentem mais cristãos por o tal indivíduo adivinhar em nome de Jesus.

Já vi muita coisa para saber que a maioria desses profetas anuncia toda espécie de coisa a fim de seu nome ser honrado. Vi profetas que se perderam na necessidade de manter o público e para isso começaram a profetizar falsamente. Já vi profeta surtado a ponto de afirmar que Deus honraria até suas invenções.

A maioria das pessoas que os consultam é frágil no entendimento e ficam admiradas com a capacidade de eles saberem de coisas que só os mesmos sabiam. Faltam-lhes informações sobre os poderes da mente e das energias que nos cercam, além de falta de entendimento da Palavra.

Profecias legítimas carregam o espírito da Palavra e jamais vão contra a mesma. O resto é adivinhação de profissionais, é um jeito de legitimizar bruxaria dentro do cristianismo.

Hoje vivo pela fé e não pela profecia. Sei o que essas coisas todas já me fizeram. Sei que Deus fala com os seus e fala de muitos modos que não confundem, mas não há outro melhor lugar de comunicação que o próprio Cristo a revelação de Deus e de sua vontade.

Ivo Fernandes
1 de julho de 2009

2 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Ivo,

Mandou bem. Se me permite, republico em Genizah.

DAnilo

Ivo Fernandes disse...

Fique a vontade mano!

Abraços

O papel das emoções no desenvolvimento do câncer

O tema proposto ainda é motivo de discussões entre especialistas, apesar da crescente admissão da relação entre as emoções e as doença...