Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Minha fé

Imagem
Caminhei bastante pra chegar até aqui, e aonde cheguei é um lugar de repouso.
Esse repouso se dá por causa da pacificação que minha mente vive. E essa pacificação é resultado de uma fé simples que desenvolvi depois de muita desconstrução e reconstrução.
Hoje posso resumir minha fé da seguinte maneira:
Creio em Deus, num só Deus, mas que pode ser muitos, pois cada homem em cada lugar do mundo pode chamá-Lo por nomes que traduzem seus anseios. Eu o chamo em especial pelo Nome que se manifestou em Cristo através da encarnação. Esse Cristo que é meu Deus é o mesmo que advoga minha causa diante Dele mesmo. Ele é o meu destino e o meu Caminho. Creio que por meio de Cristo o reino foi colocado no meu coração e este reino é regido pela lei da Graça que é o Amor. E este amor é destinado a todos os homens e que uma vez consciente dele podem viver a verdade na vida, sabendo que o grande objetivo é ir sendo aquilo que Nele já somos. Creio que somente com essa consciência será possível se construir…

III Sobre a Graça

Imagem
Muitos dizem que prego apenas sobre a Graça e o Amor de Deus, negligenciando a ira e a justiça. Quem me conhece sabe que isso é uma inverdade, só não vejo a ira e a justiça de Deus como a maioria destes vêem. Concordo com Russel quando diz que a ira é um dedo da mão de amor do Senhor. E mais, foi o próprio Jesus que disse que tudo se resume ao Amor, e também disse a Paulo que a Graça nos basta. Porque faria eu diferente do Senhor?
Falo sobre a Graça, sobre o Amor, sobre a fé, sobre a reconciliação, porque essa é missão que a mim foi confiada. No início foi o Amor, no fim será o Amor, o que passar disso, não cabe a mim anunciar. Ensino sobre o Amor, ensino sobre Deus, porque Deus é Amor. Sei que todas as demais coisas são entendidas somente depois da percepção do Amor, assim só serão vítimas da ira aqueles que não enxergaram a reconciliação efetuada. Deus queira que aqueles que falam muito sobre a ira não venham buscar a Graça como suficiente somente quando a dor e a tragédia vierem vis…

O Evangelho e a questão do ser

Imagem
Publicar postagem


"E depois de uma tarde de quem sou eu
E de acordar a uma hora da madrugada em desespero...
Eis que as três horas da madrugada eu me acordei
E me encontrei
Simplesmente isso:
Eu me encontrei calma, alegre
Plenitude sem fulminação
Simplesmente isso
Eu sou eu
E você é você
É lindo, é vasto
Vai durar
Eu sei mais ou menos
O que vou fazer em seguida
Mas por enquanto
Olha pra mim e me ama
Não
Tu olhas pra ti e te amas
É o que está certo." Clarisse Lispector
"...É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo... Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar.
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me faça…