Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

Lázaro, Marta, Maria e Eu.

Imagem
Minha memória me informa que a primeira coisa que quis ser quando crescesse era ator, ou quem sabe dramaturgo, produtor de novela, ou algo do gênero, não é toa que todas as brincadeiras da minha infância eram fazer da minha vida uma novela, até meus 15 anos foi assim, e até hoje ainda me pego brincando um pouco. Mas não me tornei nenhuma destas coisas, o máximo que cheguei a fazer foi uma apresentação de uma peça no teatro da escola por volta dos meus 12 anos.
Quando comecei a pregar aos 15 anos, meus desejos foram em outra direção. Desejei servir aquele Deus que amava, do jeito que achava que podia, com minha voz, meu pastoreio, minha liderança. Associaram-se a isso muitas falas ditas proféticas que me falavam de como seria minha missão. Vida agitada, mas cheia frutos. Em razão disso me dediquei ao máximo a este sonho-vocação.
Lembro-me que em razão disso minha única oração era que tivesse uma vida que o agradasse e que servisse a Ele. Não que não tivesse outras necessidades, mas p…