terça-feira, 27 de abril de 2010

O lugar da autoridade


Mt 23.8-11.
“Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos. E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus. Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo. O maior dentre vós será vosso servo.”

As massas possuem uma poderosa necessidade de uma autoridade que possam admirar, prestar culto, obedecer, seguir. E quanto mais for empobrecida a individualidade de cada pessoa, mas buscarão o apoio nestas autoridades.

Tais autoridades aproveitam-se e realizam a tentação da nossa natureza humana – ser como Deus, estar no seu lugar. No entanto, a própria idéia que esta autoridade tem de Deus é equivocada, pois Deus é poderoso justamente porque não tem necessidade alguma de exercer seu “controle” sobre os outros. Autoritarismo é na verdade fraqueza.

Nos Evangelhos a figura de uma autoridade que governe sobre os outros é completamente anulada. Neles se anuncia uma sociedade igualitária, uma sociedade de irmãos, onde o culto a personalidade não tem vez, onde a autoridade seja tão-somente função social, onde a obediência torne-se disposição para servir e não submissão do homem ao homem.

Ivo Fernandes
25 de março de 2009

5 comentários:

Suderland disse...

É isso ai mano, eis uma lição esquecida pela imensa maioria dos cristãos...


Mateus 23
11 O maior dentre vós será vosso servo.
12 E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.


E como vc bem disse, é da natureza humana, é da carne querer estar debaixo de "mestres", pastores, etc. Quem ama e crer em Jesus deveria guardar Suas Palavras, inclusive estas:


Mateus 20
25 Então Jesus, chamando-os para junto de si, disse: Bem sabeis que pelos príncipes dos gentios são estes dominados, e que os grandes exercem autoridade sobre eles.
26 Não será assim entre vós; mas todo aquele que quiser entre vós fazer-se grande seja vosso serviçal;
27 E, qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo;
28 Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.



Paz mano!

Hugo Lucena Theophilo disse...

Que é isso mestre? Sendo assim, como saberemos qual de nós será o maior no reino? rsrs

Gresder Sil disse...

Caraba! Esta frase “pois Deus é poderoso justamente porque não tem necessidade alguma de exercer seu “controle” sobre os outros. Autoritarismo é na verdade fraqueza” me inspira um texto

Mandar, ameaçar, castigar são características de fraqueza de personalidade e força bruta.

Para quem tem o controle das coisas, as coisas acontecem, se ajeitam, se completam com o movimento de poucas coisas.

Não que na autoridade não se precise de esforço, mas que o maior esforço é do próprio líder, e não o dos liderados que são mandados e sobrecarregados pelo maior dentre eles, quem sabe mesmo faz

Ednelson Rodrigo Sales Coelho disse...

Pois é Ivo, o Não ao autoritarismo é um exercício mental que deve ser feito todos os dias pelos mentores do Caminho, pois a tentação é grande. O exemplo maior está ai, na figura que você postou ao texto... em paradoxo, temos os discípulos disputando entre si "quem é o maior".
Abçs mano e tenta não sumir,rsrs.

Charlene Adoradora disse...

que a tua vida de amante da palavra, continue tirando as escamas dos nossos olhos... te amo

A justificação pela fé – uma exposição no Caminho

Leitura:  Romanos capítulos 1 a 3 A doutrina da justificação pela fé é um dos principais pilares da fé cristã, em especial a prote...