Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Entrevista concedida ao aluno Clauber Nascimento do STBC

Imagem
1. Para você o que é ministério pastoral? Até que ponto é um chamado e até que ponto é uma profissão?
O ministério pastoral é um exercício de cuidar e orientar pessoas a partir do ensino do Evangelho, que deve ser exercido por aqueles que de Deus receberam um dom para tal. Por se tratar de um dom só pode ser exercido no caráter de chamado, jamais de profissão.
2. Porque você decidiu ser pastor?
Na verdade não decidi. Na medida em que o dom em mim ia sendo reconhecido pela comunidade fui orientado a me dedicar ao ministério. Sempre relutei muito, porém hoje reconheço o dom que Deus me deu e procuro com cuidado exercer o ministério para o qual fui chamado.
3. Qual sua visão sobre as pessoas que se autodenominam pastores, bispos, apóstolos, etc.?
A história tem mostrado que a maioria dos líderes auto-intitulados não foram e não são indivíduos chamados por Deus. Seus objetivos são escusos, envoltos sempre na divulgação dos seus próprios nomes, buscando sempre a glória própria.
4. O que você ach…

Deus Uno - Trino

Imagem
Deus não pode ser explicado. O deus-explicado é ídolo, produção humana. Penso em Deus como trino e uno, uno e trino, porém a explicação que se faz dogma trinitariano diminui Deus, sendo apenas deus-explicado.
Deus se Revela, não se explica. E penso Nele se revelando no Filho, revelados no Espírito. Sim! Pai, Filho e Espírito. O Deus da criação não é um ser em busca desesperada por companhia. O Deus Pai Filho e Espírito Santo é o Senhor das comunidades.
Deus é Pai, mas não por ser macho, pois seu colo é maternal. É Filho não por ser menor, mas por ser fraterno. É Espírito não por ser invisível, mas por ser Livre.
O Deus Pai Filho e Espírito Santo nos convida a sermos conforme Ele mesmo, preferindo ao próximo em honra. Podemos celebrar a companhia uns dos outros, porque Deus Pai Filho e Espírito Santo está onde dois ou três se reúnem em unidade.
Deus está próximo, pois que há de mais próximo do que Pai e Filho, e que há de mais íntimo do que o Espírito? Deus Pai Filho e Espírito Santo re…

A questão da sexualidade no Evangelho

Imagem
A sexualidade diz respeito a todo um conjunto de fantasias e atividades existentes desde a infância, que produzem prazer e não podem ser reduzidas à satisfação de necessidades fisiológicas. Não se limita a questões genitais ou de procriação, mas designa uma função vital orientada para a busca de um encontro funcional, totalizador e prazeroso.
Além disso, podemos falar de um caráter transcendente da sexualidade, pois ela está presente em cada um de nós e ao mesmo tempo nos escapa. Ela nos ameaça com suas demandas ao mesmo tempo em que nos promete gratificações supremas. Fascínio e terror a cercam. Felicidade e culpa a rodeiam. E essa característica da sexualidade que nos faz dela se defender. Mesmo numa sociedade dita livre a sexualidade é revestida de tabus, se chocando sempre com leis e proibições.
E por estas razões a sexualidade apresenta profundas analogias com a experiência religiosa. O deus-imaginário tem suas origens na dinâmica da sexualidade infantil. A relação da religião com …