sábado, 19 de fevereiro de 2011

Sobre a fé



Fé não se refere a algo que se sabe. Não é a aceitação de um conjunto de doutrinas. Fé é a certeza da misericórdia e do amor de Deus. E isso é o maior bem que um homem pode ter. E sendo assim também é o maior desafio dos homens. A fé já é um milagre, posto que a Queda instalou em nós a dúvida e vivemos na corda bamba do Mal e do Bem. Daí fé já ser obra da Graça. Fé não é a saída quando não conseguimos algo, sendo mais que isso, é um estado da alma, onde toda ação é uma ação de fé. É a confiança no Invisível. E essa fé, segundo as Escrituras, é a força que vence o mundo. Sem fé não há nenhuma esperança para a humanidade, pois todo ato para ser essencialmente humano precisa ser um ato de fé, realizado por um ser de fé, pois um ser de fé primeiro é mudado interiormente e depois muda as coisas ao seu redor. Sem fé toda inclinação do homem será má, e onde não opera a fé opera a violência entre irmãos desconfiados. Assim é desde Caim e Abel, onde a não-fé produz a morte. Sem fé não há amanhã. O amanhã será construído por seres de fé que aprenderam a descansar no Senhor e que por tal descanso conseguem construir uma história melhor. A construção do ser-fé é uma construção de paz, sabendo que justificados pela fé temos paz com Deus e com os homens. Sem fé não há paz. Fé é a certeza de que nada, absolutamente nada, pode nos separar do amor de Deus. Todos aqueles que por essa fé vivem são chamados de justos.

Ivo Fernandes
2005

Nenhum comentário:

O papel das emoções no desenvolvimento do câncer

O tema proposto ainda é motivo de discussões entre especialistas, apesar da crescente admissão da relação entre as emoções e as doença...