Postagens

Mostrando postagens de 2016

Como caíram os valentes!

Imagem
O título desse texto é o lamento de Davi pela morte de Saul e Jônatas no campo de batalha. A história dos judeus Deus não é apenas uma história de glória, mas é também uma feia novela de relacionamentos quebrados, infidelidade, ambição, orgulho, política de força e atos imorais e consequentemente de queda dos valentes.
Essa semana entre os vários acontecimentos que envolvem a corrupção em nosso país, duas cenas me chamam a atenção, a prisão de Garotinho e de Sérgio Cabral. A razão pela qual destaco essas duas histórias é porque os dois foram figuras que despontaram no cenário político brasileiro como ícone de moralidade e que acabaram preso acusados de diversos crimes. A cena da prisão de ambos ficará para nossa história política e a de Garotinho com cenas deprimentes.
Como caíram os valentes!
Há mais de 10 anos vivi bem de perto a queda de um valente. Um jovem pastor que me convidara a pastorear sua igreja e que aceitei por ter me encantando com tudo que vi ali. Um homem carismático, e…

Ele derrubou os muros

Imagem
Leitura Bíblica: "Pois foi Cristo quem nos trouxe a paz, tornando os judeus e os não-judeus um só povo. Por meio do sacrifício do seu corpo, ele derrubou o muro de inimizade que separava os judeus dos não-judeus." – Ef. 2.14
Esse é um tempo onde os homens voltaram a levantar muros. Muros físicos, morais, virtuais, espirituais, separando as pessoas e com essa separação estabelecendo uma nova onda de ódio e atos contra o próximo.
Apenas algumas décadas das últimas grandes guerras e já esquecemos daquilo que as promoveram e novamente erguemos bandeiras de preconceito e toda espécie de segregação. Nos 35 anos da minha existência nunca senti tão forte a presença dos muros como estou sentindo nesse tempo.
Para quem não se recorda dos fatos ou mesmo desconhece a História, Lúcia Hipólito, jornalista da Rádio CBN, resumiu com brilhantismo um evento onde muros foram erguidos – trata-se do muro de Berlim - esse evento sócio-político insano, que não apenas dividiu a Alemanha, dividiu o…

O inferno

Imagem
Leitura sugerida: Mt 5.29Ao longo da história do cristianismo, diversas interpretações acerca do inferno foram formuladas, muitas dessas interpretações mesmo que medievais ainda regem o pensamento de muitos cristãos. Porém, no decorrer desses séculos o inferno foi pensado e repensado. É um tema que volta mesmo entre nós, os do Caminho. Alguns ainda questionam sobre a condenação dos homens. Quando criticamos teorias sobre o inferno, somos tachados rapidamente de universalistas, como se afirmássemos que todos serão salvos até contra a própria vontade.Em determinados grupos cristãos o inferno é tão presente como tema, que certa vez ouvi um líder neopentecostal dizer que "a Bíblia se refere muito mais ao inferno do que ao Reino..." o que é evidentemente uma grande mentira, que para mim só revela a má intenção de tal pregador. A verdade é que os termos associados ao céu ocorrem cerca de 269 só no NT, enquanto os termos relacionados ao inferno só ocorrem 28 vezes. E isso no NT poi…

O bem e mal no ensino de Jesus

Imagem
Leitura Inicial Recomendada:
“Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal” Mateus6:34 “E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.” Mateus6:13
O Século XX é considerado um dos séculos mais sangrentos da história da humanidade. Somente na segunda guerra mundial cerca de 60 milhões de pessoas morreram, incluindo cerca de 20 milhões de soldados e 40 milhões de civis. 5,6 a 6.1 milhões de judeus foram executados ou mortos como prisioneiros de guerra nos campos de concentração.
Também no século XX que presenciamos o genocídio brutal dos Tutsis em Ruanda. Mais de 500.000 pessoas foram massacradas. Quase todas as mulheres foram estupradas. Muitos dos 5.000 meninos nascidos dessas violações foram assassinados. No mesmo continente africano, de 1948 a 1994, a África do Sul viveu sob o regime de segregação racial, conhecido como Apartheid, onde uma minori…

Os dois caminhos

Imagem
Leitura recomendada: Mt 7. 13.29
Dois caminhos, talvez o termo mais conhecido entre os cristãos. Desde a meninice que somos apresentados os caminhos da perdição e da salvação, do céu e do inferno, do bem e do mal. O problema é que a maneira com que a religião cristã em sua versão ortodoxa fundamentalista nos apresenta esse tema não correspondem ao ensino simples e profundo de Jesus.
Em geral o ensino religioso cristão ainda está atrelado a contrapor vida católica-evangélica, tida como vida santa, o caminho certo, e a vida mundana (ou a não religiosa) vista como o caminho errado. Assim quem segue a cultura da igreja seguirá para o céu, porém quem segue a cultura de fora da igreja irá para o inferno. E a coisa no decorrer dos anos só piorou pois a cultura da igreja ficou cada vez mais pobre e a do mundo cada vez mais atraente. Assim o passaporte para o céu era a estar condenado a uma vida sem graça, sem prazer, sem alegria. E o inferno passou a ser sedutor por reunir tudo de bom que pode…

Religião, espiritualidade e transtornos

Imagem
São muitos anos de escuta clínica-pastoral e um dado arrasador é que na maioria das pessoas os diversos distúrbios emocionais e mentais têm relação direto com a religião. Sigmund Freud acreditava que a religião causava sintomas neuróticos e, possivelmente, até mesmo sintomas psicóticos. Em Futuro de uma Ilusão, Freud (1962) escreveu: “Religião seria assim a neurose obsessiva universal da humanidade...”, e baseado em minha experiência posso afirmar que em muitos casos é exatamente assim que ocorre.
Freud pensava que as crenças religiosas tinham suas raízes em fantasia e ilusão e poderiam ser responsáveis pelo desenvolvimento de psicoses (embora nunca tenha atribuído diretamente a causa da psicose à religião, apenas à neurose). Esta visão negativa de religião no campo da saúde mental permaneceu até os tempos modernos. Porém, esta perspectiva negativa relativa à religião não se baseava em pesquisas sistemáticas nem em cuidadosas observações objetivas. Hoje fica claro que a religião também…