Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

A questão do sofrimento

Imagem
Nenhum desafio é maior a nossa maturidade do que revisitar o que não se pode mudar, e ainda sim continuar a caminhada da vida. Um passado que não pode ser mudado, um amor que não pode ser restaurado, uma doença incurável. Respirar bem fundo para prosseguir. Retirar forças de onde não há, reter esperanças que já não mais possui, tais coisas, de fato, realizadas são a prova da nossa força em meio a fraqueza, do nosso espírito, da nossa fé.
É difícil, mas me parece incontestável que é na dor que nos tornamos homens. A alma é forjada no sofrimento, na angústia, na perda. Com isso não ignoro as lições advinda da alegria, do gozo, do prazer, mas não conheço ninguém que possa ser chamado de espírito evoluído que não tenha sido nos desertos que tornara-se.
Talvez nosso maior exemplo seja o do próprio Nazareno, também chamado o Sofredor. Nos seus ensinos fica claro o valor do sofrimento no discipulado. No entanto, não se trata de um desejo por sofrer como interpretaram alguns mártires do passa…

Silas Malafaia e minha opinião a respeito

Imagem
Faz tempo que não escrevo nada sobre o mundo evangélico. De fato, já pacifiquei meu coração com a certeza de que não milito pelas mesmas causas e nem compreendo o mundo da mesma forma que os militantes desse movimento.
Conheço muitos evangélicos, gente boa de Deus, e por respeito a eles abandonei certos temas que alguns insistem o tempo todo em tratar. Deus é Senhor de todos os homens, também dos evangélicos.
Mas ontem acabei por assistir a entrevista do Silas Malafaia (não tenho condições de chamá-lo de pastor em respeito aos pastores gente boa de Deus do meu país) à Marília Gabriela, e o que vi foi um representante desse movimento deixando claro o quanto se perderam no processo e se transformaram em outra coisa que nem de longe se parece mais com o Evangelho de Jesus de Nazaré.
Tudo que ele defendeu é contra o bem, começando pela teologia da prosperidade que é uma clara blasfêmia contra o Evangelho. E a explicação do seu enriquecimento e de tantos outros líderes religiosos só convenc…